Testemunho do Bruno Filipe

«Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.» (Jo 10,10), eis uma frase que resume muito daquilo que me levou até ao seminário e que por cá me vai mantendo. Sou o Bruno, tenho 25 anos e sou das Paróquias de Tomar. Entrei para o Seminário de S. José de Caparide em Setembro de 2014 depois de ter estudado música na Universidade de Aveiro durante quatro anos. No meio de aulas recebidas e aulas dadas redescobri a fé para a qual tinha nascido no Batismo e surgiu uma vontade de algo mais. Queria uma vida abundante que, até então, não vivia. Aos poucos fui experimentando essa vida abundante e logo surgiu uma necessidade de dar a conhecer a outros esta vida que eu havia encontrado. Foi o desejo de que muitos outros experimentassem esta vida que me levou a pôr a questão: porque não padre? Quando entrei para o seminário esta questão não era assim tão clara, mas a pouco e pouco fui percebendo que esse meu desejo de mais, para mim e para os outros, se concretizava no caminho de formação para o sacerdócio. E aqui estou eu no quarto ano de Teologia no Seminário Maior de Cristo Rei a tentar concretizar esse meu desejo que vai coincidindo com a vontade de Deus. Por meio do estudo, da oração e da vida comunitária tenho tido a oportunidade de aprofundar o meu papel nessa vida. Por meio do trabalho pastoral que vou desenvolvendo quer na Paróquia da Golegã, quer em atividades da Pastoral Juvenil ou dos Convívios Fraternos, tenho testemunhado inúmeros exemplos de vidas abundantes. Como é bom estar aqui e poder testemunhar tudo isto. É por causa de cada uma dessas vidas que eu quero servir a Deus na Igreja. Ainda há muitas vidas que anseiam por abundância, então, porque não padre?