Testemunho do André Henriques

Nome: André João Almeida Henriques

Idade: 18 anos

Paróquia de Rio Maior

Seminário de S. José de Caparide

Ano: Tempo Propedêutico

 

Através de vários testemunhos dados por seminaristas que passavam pela minha paróquia, comecei a perguntar-me interiormente O que quer Deus de mim? Na sequência da fragilidade física do Padre Diogo, que estava na minha paróquia, esta pergunta ressoou com maior intensidade no meu coração.

Foi então com a chegada à paróquia do padre Pedro Dionísio, que as conversas se foram tornando mais sérias. Fui mais tarde convidado para a semana de Verão de 2017. Aí encontrei um grupo de rapazes que rezava a proposta de Nossa Senhora aos pastorinhos: Quereis oferecer-vos a Deus? Posto isto, entrei no Pré-Seminário de Santarém e tive a oportunidade de através de encontros mensais e conversas, rezar a presença de Deus na minha vida.  Em fevereiro, tive a graça de voltar a Taizé e de fazer a experiência de rezar em silêncio. Perguntei-me e entreguei-me nesta simples frase: Senhor, que queres de mim?

Quando regressei da experiência de Taizé participei de novo num encontro do Pré-seminário e numa partilha disse a seguinte frase, que diz muito do meu percurso vocacional: Eu querer, quero ser advogado, mas eu amo muito a vida de padre, no entanto, responderam-me com a seguinte frase que muito me inspira: Nós devemos fazer aquilo que nós amamos e não apenas aquilo que queremos ou simplesmente gostamos. Na minha paróquia de origem, Rio Maior, as conversas com o meu pároco e o seu testemunho diário de entrega e diligência inquietavam o meu espírito. Em plena Quaresma, passei tempos de silêncio diante do sacrário, ali a rezar o meu sim ao Seminário e na semana Santa deste ano, confirmei a minha vontade em entrar no Seminário.

Depois deste sim cabia-me acabar o ensino secundário e contar à minha família e aos meus amigos a minha decisão. De facto, muitos esperavam esta entrada. De uma maneira ou de outra todos acabaram por aceitar e apoiar a decisão.  

O Tempo Propedêutico que agora estou a viver, é um tempo para estar junto de Deus, para sairmos da nossa área de conforto e contemplar o “mistério da Eleição”, de estar no Seminário e de me perceber chamado por Deus. Para percebermos que o mais belo da vida é fazermos a vontade de Deus. Durante este ano estas serão algumas das principais reflexões que levaremos a cabo: Quem é Deus?; Quem sou eu?; De onde Venho?; Onde estou hoje?; Para onde vou?....

Estas sete semanas enquanto seminarista, foram passadas a aprender a viver em comunidade; a cuidar e sentir o Seminário como minha casa; a reconhecer que os meus colegas são meus irmãos; a aprender a rezar a Liturgia das Horas e perceber a sua importância; a visitar algumas paróquias e a sentir o seu  pulsar; e finalmente  a aproveitar cada momento de encontro com Deus neste seminário. Assim, vou caminhando numa busca livre da vontade de Deus, com a ajuda da Igreja. Peço que rezeis por mim, pois também é por vós que aqui estou!